logotipo micro logotipo m?dio logotipo max Dúvidas? Contacte-nos: logos@logoslogotipos.com.pt/912 138 283

Logotipo e o mal do detalhe

by João Alexandre on July 22, 2011

in Teoria do logotipo

Logotipo e demasiado detalhe

Como complicar um logotipo pode ser mau para si

Se um logotipo é uma parte importante da imagem da sua empresa e da sua marca, então é crítico verificar se o logotipo actual que temos está a sofrer do problema do detalhe, neste caso, demasiado detalhe no logotipo. e a necessidade preencher o vazio com elementos visuais desnecessários juntamente com o logotipo.

Assim como em muitas coisas na vida, nós temos a tendência de complicar as coisas e isto mostra-se nas várias áreas das nossas vidas e carreiras (e não apenas no logotipo como analogia). Acaba por ser o resultado de sermos os seres mais inteligentes e dominantes neste planeta.

A última coisa que queremos é que o nosso logotipo seja uma confusão gráfica: isto vai distrair o observador/cliente já que vão haver muitos elementos no logotipo a competir pela atenção dele.

O nosso logotipo deve estar capaz de transmitir eficientemente a nossa mensagem com o logotipo, a nossa marca, o que é que a nossa empresa faz e o que é que podemos oferecer aos nossos clientes. Há ali apenas uma pequena janela de oportunidade antes que alguém se possa distrair com os vários elementos no logotipo e focar a sua atenção noutro lado, que é o que nós não queremos.

É preciso aproveitar, naquele momento, em que alguém olha para o nosso logotipo, para conseguirmos passar, através dum bom logotipo, aquilo que precisamos comunicar, como por exemplo, confiança, qualidade e reconhecimento na nossa marca.

“Menos é mais”. Há que simplificar. Também é preciso pensar àcerca da nossa história e não apenas “dum” logotipo em si, da história por detrás da nossa empresa e aquilo que queremos passar a quem olha para o nosso logotipo. A história aqui não é a história da “carochinha”, é uma maneira de dizer que significa que são os ideais da nossa empresa e aquilo que representamos e o porquê da empresa.

O ideal é criar a nossa história antes de criar o nosso logotipo. Ela pode ajudar a melhor passar as idéias e aquilo que queremos transmitir. Uma boa história é aquela que consegue mostrar o que é de que a nossa empresa se trata e que produtos ou serviços é que vendemos. Uma boa história vai ajudar a criar, ou pelo menos, a apoiar-se num bom logotipo também.

Se adicionamos muito detalhe à história, assim como ao logotipo, vamos ter provavelmente muitas idéias visuais que depois temos a tendência de querer ver integradas no logotipo, e isso é um erro. Assim como demasiado detalhe visual no nosso logotipo pode causar alguns problemas a nível de reconhecimento visual, interesse, ou mesmo na aplicação do logotipo em vários tipos de superfícies impressas, também uma história complicada pode prejudicar a sua identidade (que o logotipo pode não resolver).

Manter o nosso logotipo simples (mas eficaz, e profissional – a “bonecada” e amadorismo de alguns cartões e logotipos das gráficas não conta) vai ajudar a com que seja mais fácil aplicá-lo numa série de tamanhos, onde aqui se percebe que muito detalhe num logotipo pode fazer desaparecer certos gráficos ou texto quando reduzido a tamanhos mais pequenos (cartões de contacto por exemplo).

Outra coisa que podemos ou não fazer é ter o nome no nosso logotipo e o símbolo ou ícone separados entre si. Às vezes isto até pode funcionar bem, mas às vezes se tivermos a mesma cor de fundo ou se o símbolo em si é um elemento distractivo, pode fazer com que o nome da empresa seja mais difícil de ler, o que vai ser ainda pior se precisarmos de encolher o logotipo para tamanhos mais pequenos, onde vai afectar a sua legibilidade.

Leave a Comment

Previous post:

Next post:

(additional scripts)